Reforma é contagioso

Não sei se vocês sabem, mas Reforma é um vírus contagioso. E como todo vírus, não há remédio.

O nosso banheiro divide parede com meu quarto. Como essa já é a quarta semana em que o banheiro está reformando, meu quarto (que eu divido com minha irmã mais nova) ficou muito tempo exposto e agora está infectado.

Há uma parede do meu quarto que tem muita umidade. Tanto que a pintura já estava borbulhando. Eu amo meu quarto, e amava ele mesmo com a parede borbulhando. Mas minha mãe resolveu que quer porque quer arrebentar o reboco e refazê-lo.

Ou seja, estou sem banheiro oficial, e sem quarto oficial. Estou dormindo na sala, escovando os dentes no tanque, não posso mais trocar de roupa, porque está tudo coberto no quarto, e estou morrendo de raiva de tudo e de todos! E a bateção ainda nem começou!

E o pedreiro não consegue fazer nada sozinho. Tem sempre que pedir alguma merda. E minha mãe não se aguenta, agora quer que eu bardeie o reboco triturado. Tem pedreiro pra quê?

Ela diz que é pro meu bem. Que depois de pronto, a reforma vai ter valido a pena. Mas eu digo e repito quantas vezes forem necessárias: odeio reforma, odeio reforma, odeio reforma!

Comentários

  1. Kkkkkk...nem fale, eu prefiro mudar de casa a fazer uma reforma, é um saco mesmo. Ainda mais com um pedreiro desse hein???
    Muita calma nessa hora =]
    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Beeemm, isso é que deve ser cá um stress!!! Bom, mas tens de ter muita calma e espero que essa reforma acabe rápido!

    Beijos ***

    http://disciplinando-me.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. menina, nem fala, vc começa mexer num buraquinho, qdo ve ja ta mexendo na casa toda...
    mas o bom é depois , td com cara de novinho em folha....kkkk
    bjokas

    ResponderExcluir
  4. Eu também, eu também, eu também! Hehehe. Acho que eu só ficaria com mais dó de você se tivesse contado que engordou uns dois quilos na semana :( Acho que isso seria pior, então, já que tá dentro, deixa! E desce o chicote no pedreiro prá ver se acelera. Bjs. Zá

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gô!
    Reforma é um saco!Mas pensa pelo lado positivo: de tanto carregar balde pesado, vais ficar com braças de dar inveja!
    Força na peruca! Beijão!

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkk....

    nem me fale pq nossa casa de Brasilia (eu moro em manaus) está a venda e vamos comprar uma aqui e meu pai quer reformar.. já tô até imaginando o toc toc tum tum...

    :D:D:D

    abraços

    ResponderExcluir
  7. é mesmo... nunca tá bom,
    é q nem mecânica de carro,
    arruma uma coisa, pedem outras dez...
    beijinho querida, apesar do stress... boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Ai Gô, como te compreendo... da última vez que a minha mãe reformou a casa de banho, acabou por mudar o chão do corredor e da cozinha. Conmprou até para a sala, mas graças a deus começou a chover e n dava para pôr o móvel da loiça no jardim :)) além disso, embrulhar mais de 200 copos em papel de seda tb assustou a minha mãe... ihihih.. mas esta Primavera vai ter pintura, o tal chão e instalação de ar condicionado na sala. Não quero nem pensar...

    ResponderExcluir
  9. Oie ...

    Concordo plenamente com você, estar morando em uma casa que está passando por reforma é o verdadeiro caos !!!

    Absolutamente tudo fica empoeirado, mesmo que coberto, aquele pozinho do cimento é uma praga, se enfia em todos os lugares e quando a obra termina você aindo o encontra por semanas !!!

    Isso sem falar no pedreiro passeando pela casa, marretando as coisas, pedindo isso, aquilo, mais e mais materiais ...

    Olha ... te desejo muuuuita paciência e aconselho a não "bardear" nada ... ohhh pedreiro folgado !!!

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Meu pai inventou de pintar a casa.. e nem precisaaaa
    O pintor foi pra lá hoje... aaaaargh
    eu tbm odeio ahuhuahua

    ResponderExcluir
  11. Ai menina entendo sua dor rssss reforma é foca! O meu banheiro foi reformado, quase divorciei do marido na época... quase assassinei os pedreiros... e o acabamento está péssimo até hoje (xá isso prá lá)
    Acabei de comentar tb na sua sexta linda, falei pra vc olhar a Frida Khalo... como ela se pintava feia (se é que ela não era feia assim) hehehehe Um beijo e CALMAAAA AE VIU?

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gô! Você está certissima. Reforma é realmente um saco. As vezes é necessária, mas teem que ter muita paciência. Mas porque o pedreiro não carrega o "entulho"? Eu não carregaria não.... Fala sério! Espero que essa reforma termine logo.

    bjs,

    ResponderExcluir
  13. Sei bem disso. Imagina quando vc tem que, além de suportar a reforma, fazer o projeto, indicar e fiscalizar a mão-de-obra e sendo na casa da família: "de grátis". Tb odeio reforma. Prefiro não ganhar esse dinheiro...brincadeira, ultimamente se a reforma for da casinha do cachorro, eu topo, a grana vai para ser empregada na minha casinha hahaha
    Vc devia pedir comissão a esse pedreiro aí.
    Bjins.

    ResponderExcluir
  14. Oi Gô! Acabei de passar lá na Zá e agora vim pra cá. E vou ainda ficar lá e cá um tempinho, pois quero ler o blog de vcs com calma - afinal, fiquei um tempo considerável sumidinha... Mas indo ao ponto: ficar sem seu cantinho é um saco né? Eu que o diga! Esses dias eu tava mais ou menos na sua situação - até postei indiretamente sobre isso no meu blog. Acabei tendo que ceder meu quarto pra minha tia e dormir na sala durante alguns dias. Resultado: dores no corpo todo e falta de "um lugar ao sol", ou melhor, "um lugar na casa", rs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário