8/15/2008

Até que é gostosinha!

Vindo caminhando para o meu serviço hoje, me lembrei de um acontecimento da minha "pré história" que pode valer de alguma coisa para alguém.

Houve uma era em que eu não namorava. Sempre fui "amiga" dos carinhas, mas sempre fiz isso porque gosto mais de ser amiga de homem do que de mulher. Talvez porque eu tenha sempre encontrado mulheres burras e fúteis pelos meus caminhos (excluindo aí minhas amigas, que se tornaram minhas amigas por não serem burras e fúteis).

Pois bem. Nessa era da pré-história houve um cara que disse: "Até que você é gostosinha" e eu, na minha tontice, achei que isso era um elogio. Afinal, era sincero. Eu realmente era gorda (isso antes de eu atingir meu máximo, vejam bem! Tinha aí uns 80 quilos). Acontece que eu me senti lisonjeada, porque sabia que era gorda. Notem, nessa época eu ainda não era a Gordinha da Silva. Eu ainda tinha problemas em me aceitar, e não me amava muito não. Mesmo porque vivia carente por conta da bosta que foi a graduacão.

Mas reparem! Eu me senti lisonjeada com uma merda de um elogio que no fundo foi só um prêmio de consolacão! Teria sido melhor ganhar o prêmio de "Miss Simpatia". Até que é, do tipo, pensando bem, lá no fundo. E gostosinha, do tipo dá pro gasto! E vejam, não foi bonitinha, nem lindinha, nem charmosinha. Foi gostosinha! Ou seja, o cara acha meus peitos e minha bunda até que legais.

Por essas coisas que eu digo que mulher é um bicho idiota. Isso não é elogio de beleza. Eu deveria ter dado um tabefe nas fucas desse ser do outro mundo, e não ter ficado lisonjeada! Mas não....

Bom. Depois de anos, eu fui encontrar com o Lindinho. Mas eu não sabia que ele era O Lindinho. Afinal, ele não tinha uma etiqueta na bunda escrito: Lindinho da Gordinha da Silva. Fui descobrir muito tempo depois essa etiquetinha =P (Taí, boa idéia! Vou falar pra ele fazer uma tatuagem naquela bundinha linda escrito: Lindinho da Gordinha hehehehe)

Mas o Lindinho, em toda sua Lindeza, Já chegou me chamando de Linda. Linda! Assim, cru, puro. Linda. Com a boca cheia. Como quem diz chocolate, com água na boca. LINDA!

Hoje, quando ele me chama de gostosa, ele me chama de GOS-TO-SA e não de gostosinha. Eu olho pra cara dele e vejo escrito: GOS-TO-SA!

E isso, meninas, não é questão de como é o seu corpo. Mas do valor que você se dá. Porque eu aceitei aquele "até que é gostosinha", quando eu merecia um "GOS-TO-SA". Não deveria ter aceitado, mas aceitei. Naquela época meu "prećo" era outro.

Tanto que foi com o meu Lindinho do meu lado que eu cheguei aos 93, foi com ele do meu lado que eu cheguei nos 70. E todos os dias entre o 80 (peso com o qual o conheci), os 93 (meu maximo) e os 70 (meu minimo) ele nãodeixou de me chamar de LINDA.

Qual elogio você merece?

13 comentários:

  1. Gô, adorei esse post reflexivo sobre auto-estima. Amei mesmo! Já percebeu que eu também já aceitei esse tipo de coisa um dia, né? Hoje meu preço também é outro, mas não é só porque eu já não sou tão gorda quanto antes não, mas simplesmente porque eu me RESPEITO muito mais do que antes. Bjo e bom fim de semana!!! Cris (www.vidaboaevidasaudavel.zip.net)

    ResponderExcluir
  2. Gô adorei o post é é bem por ai mesmo quando eu estudava no ensino fundamental eu era magrela(só tinha peito),e a mulecada nesse periodo é assim,se vc é gorda vc é feia e se você é magra é feia também gostosa pra eles são aquelas meninas com seus 12 anos com corpão de mulherão peitão bundona e cintura fina, eles são cueis com quem não tem isso, eu era a magrela, a tabua,tinha um que disse uma vez "você é bonitinha" mas na época eu ficava triste pois sabia que era tipo prêmio de consolação,pq na verdade eu queria ser a gostosonaque os meninos exaltavam;os anos se passaram estava eu no ensino médio e meu corpo mudou e ficou tudo no lugar,ai eu era a gostosa e esse menino que me disse que eu era bonitinha vivia me paquerando me rodeando,e um dia ele virou pra mim e disse se eu soubesse que você ia ficar assim...
    pois é uma pena pois se você me tratasse bem desde que a gente se conheceu ai talvez rolasse alguma coisa hoje,mas você não pode prever o futuro né?Corre atrás daquelas meninas que você achava gostosa naquela época... ai ele não dá elas tão gorda agora...rs!!!

    Vai entender esse povo,depois que eu casei comecei a criar barriga e dar uma engordada básica e meu marido não vê diferença pra ele tá tudo ótimo e eu sou a gostosona de sempre!!!

    Que bom pra mim né???;)

    É isso ai amiga a gente tem que se falorizar,e valorizar que valoriza a gente!!!

    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  3. Pois olha,isso nossos"lindinhos" têm em comum. O meu tbm sempre me chamou e chama de linda, e me acompanhou do meu mínimo peso (63) ao meu máximo (85) sem nunca deixar de dizer isso. Esses sim, são guerreiros!

    E eu fico pensando: tem um monte de mulher besta que fica cheia de insegurança, e como consequência, ciúmes. Eu sou bem segura de mim, e não sou ciumenta. Poxa, se esse homem me aguentou 20kgs a mais me chamando de linda, o que mais eu quero? A prova de que "me gosta", tá aí, ahahahahaha...

    Eu tbm já fui chamada de "gostosinha" e me achei. Dá vontade de se encher de tapa na cara agora, né?

    Huisuhauisuha....



    Bjocão!


    FUIZ...

    ResponderExcluir
  4. Meu amoreco me chama de Lindeza e esse é o melhor elogio do mundo! Adorei o seu texto, Gô. Beijo, Neblina

    ResponderExcluir
  5. Meu amoreco me chama de Lindeza e esse é o melhor elogio do mundo! Adorei o seu texto, Gô. Beijo, Neblina

    ResponderExcluir
  6. Oi Gô!!!

    ADOREI a postagem positiva!!!
    Eu acredito que auto-estima é contribui e mto para nosso caminhar...

    Um ótimo final de semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu post. Ainda no sufoco, mas não deixoi de passar por aqui qdo dá. Sem pc em casa. Bjins.

    ResponderExcluir
  8. Estou passando para desejar um ótimo FDS!
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. coisa mais linda esse texto, até chorei. Juntou com a emoção da medalha de ouro da natação que o carinha ganhou bem na hora que eu tava lendo o texto rsss
    bom final de seman!

    ResponderExcluir
  10. O que leva uma pessoa "ficar" anos com outra é um grande mistério para mim. Porque, por partes, estou com meu marido faz quase 13 anos. Quando ficamos eu pesava 60 a 64 quilos (não sei ao certo porque não me pesava).

    Alguns anos depois cheguei no máxido da época 83 quilos e ele continuou firme e nunca disse "poxa vc engordou", pelo contrário, continuou gostando de mim como eu era. Quando "eu" decidi emagrecer ele apoiou mas nunca disse "já era hora".

    Aí fiquei bem magrinha denovo (64) e curiosamente, quando estava mais bonita, tivemos a pior crise do casamento e nos separamos por uns meses, depois voltamos e fui "re-engordando" aos poucos até chegar na marca histórica de 110,2 quilos no ano passado.

    Nunca me senti menos amada (embora nunca consiga explicar como ele pôde continuar comigo porque engordar foi a coisa menos grave que me ocorreu nesses 13 anos).

    Quando sofri o erro médico ele emagreceu quase 5 quilos (e ele já é magro) só de tristeza... e eu tive ainda mais certeza de que ele (paradoxalmente) me ama.

    Mas de outros homens já ouvi coisas absurdas tipo:

    1) ela é bonita de rosto

    2) deve ser "boa de cama"


    etc.

    Mas nunca tiveram coragem de falar para mim porque sou brava pacas e ninguém tira com a minha cara rssssssssssss


    Adoro seus posts, sempre me fazem desabafar por aqui.

    ResponderExcluir
  11. RS
    Do Sam sempre tive o LINDA, e foi o primeiro a dizer isso... rs

    Mas ganhei um "ta ficando gostosa" no sabado.
    e..
    so consigo pensar que eu mereco um "TESUDA"!

    Beijos proce mulher maravilhosa!

    Flori

    ResponderExcluir
  12. Oi,Gô!
    Eu sempre tive baixa auto-estima, e quando me diziam que eu era bonita ou qualquer coisa do gênero eu pensava: tá debochando! Mas o meu bonito foi quem me fez acreditar que eu poderia sim ser bonita do jeito que sou! Quando começamos eu pesava 100 kg(já tinha emagrecido 5) e de "Estelinha" ele passou a me chamar de "Lindona". e tenho certeza que foi isso que me fez querer ser melhor!

    ResponderExcluir
  13. Oi Gô!
    Gostei do post! Eu conheci o "meu amorzinho"(assim não brigamos...rsrs) quando eu pesava mais ou menos 65 kilos e acabei engordando mais de 20 kilos, ele continua me amando e me elogiando como quando me conheceu! Às vezes fico paranóica, mas é coisa da minha cabeça, não da dele!!!

    Tbm já fui menosprezada e tbm aceitava isso como elogios, mas hoje tudo mudou, eu tbm mudei, mesmo que meu corpo ainda não tenha mudado!!!

    Bjs

    ResponderExcluir