10/11/2008

Dia Nacional de Combate à Obesidade

Estou participando da blogagem coletiva do Fique InForma. Pensei em fazer uma postagem somente com fotos, pensando que uma imagem vale mais do que palavras.

Mas acontece que por trás de cada uma das fotos de obesos que circulam pela internet há um ser humano! E ele não deve ser crucificado, julgado, ofendido. Afinal, cada um tem sua história e seus motivos. Não é porque se acha uma foto de um super-obeso que deve-se pensar que ele é assim porque é um relaxado, ou porque é um idiota. Todas nós sabemos muito bem o quanto é difícil para cada uma de nós nos desligarmos da comida. Sendo que muitas de nós (e eu me incluo aqui, as vezes) se sente até refém das comidas. Não é atoa que há muitas referências aos alcoólicos anônimos.

Portanto, não vou recriminar os obesos. Não vou ofender, nem humilhar alguém só porque ele/ela é obeso. As pessoas não escolhem, simplesmente, não caber nas cadeiras dos cinemas ou dos shoppings, não escolhem não passar na catraca do busão. Não escolhem sentir medo das cadeirinhas de plástico.

As pessoas não escolhem ir ao shopping e ter que se vestir com roupa que parece capa de botijão de gás. E todas essas pessoas sentem (tenho toda certeza) a dor de ser obeso.

É claro que há complicações na saúde. Eu poderia vir aqui e citar umas 200, mas posso também ficar nas básicas como diabetes, pressão alta, problemas nas articulações, manchas pela pele por conta do atrito, refluxo, problemas de digestão em geral.

Mas acho que o maior problema é a falta de amor próprio. Porque, não é que a pessoa chegue nesse ponto porque não se ama, mas ela deixa de se amar porque se recrimina, se humilha. No fundo todo mundo tem preconceito com o obeso, até o obeso. Então até mesmo o obeso se sente inferior porque é obeso.

E é por isso que eu prego desde sempre que as pessoas têm que ser felizes mesmo estando gordas. Porque eu tenho certeza que é muito mais fácil emagrecer (e atingir o peso ideal, ou sonhado) estando feliz. Não acho que um obeso deve se tornar um bobo alegre, assim como não acho que qualquer pessoa deva se tornar um fantoche, que só porque um estilista da moda quer que as modelos sejam palitos, que a pessoa tem que acreditar que isso é ser bonita.

O que eu gostaria, é que todo mundo plim se amasse, se amasse tanto que a melhor coisa para si seria a melhor coisa, sempre! Tanto o que se poe pra dentro, quando o que se poe pra fora!

Como finalização da minha análise, gostaria de dizer que, o que importa é o que você acha. Você realmente acha que tem que emagrecer 3 quilos!? Então está esperando o que!? Você acha que um pneuzinho deixa as coisas mais aconchegantes!? Então não ligue para o que as pessoas falam.

O que não se pode negar, é que obesidade seja uma doença. E uma doença que mata!

7 comentários:

  1. Oi Gô, tb vou fazer meu post sobre esse dia. Concordo com vc quanto as pessoas não escolherem passar por todas as agruras de serem gordas e que obesidade é uma doença. Mas infelizmente, na grande maioria dos casos, a responsabilidade por sermos gordos é nossa mesmo. Muitos por desinformação nutricional (pessoas de baixa renda gordas), outros por se deixar levar pela mídia e pelas indústrias de "alimentos" que na verdade promovem uma péssima qualidade na alimentação mundial em nome da ganância. Somos co-responsáveis e escolhemos sim colocar prá dentro tudo o que nos leva à obesidade. E se quiserem realmente serem felizes e saudáveis, os obesos têm que parar com isso! Note que não estou falando de gente com sobrepeso. Esses deveriam ser mais sensatos ainda e não deixar a doença evoluir. É isso aí, vou lá colocar tudo isso num post. Bjs e ótimo findi prá nós. Zá.

    ResponderExcluir
  2. Sabe Gô,concordo em partes com você, acho que a pessoa obesa sinceramente não se ama, não se sente feliz e muitas das vezes não tem aquela força de vontade de sair dessa situação.. talvez por não ter um incentivo ou realmente achar que essa gordura toda nunca vai fazer mal para a sua saúde.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. O melhor texto que ja li em toda minha vida e não estou babando ovo nem coisa parecida, sei la me deu um animo... não prometo nada Go mas algo mudou aqui dentro do meu coração muito obrigada mesmo...


    Beijo

    ResponderExcluir
  4. oi kerida..como está q saudades de vc....vim aki te fazer uma visita logo volto pro meu blog...............................bjssssssss

    ResponderExcluir
  5. Seu post já está no Infobeso. Sua participação na campanha foi muito importante, o blog está aberto para novos posts.
    Obrigada pela contribuição!

    Um abraço

    Profª Esp. Denise Carceroni

    ResponderExcluir
  6. Gosto desse teu olhar sobre os gordinhos. Na verdade mesmo na blogosfera há muito preconceito, e isso só faz mal. Ngm chega lá porque quer.

    E, tbm concordo no quesito amor-próprio. É essencial. Resgatar isso é alcançar o sucesso que desejamos!

    E manina, que anéis lindos os do post anterior! Mas o que fez a minha cabeça foi o número 1, sem sombra de dúvidas!Adoro prata, e adoro anéis naquele estilo!


    Bjo lindona!


    FUIZ...

    ResponderExcluir
  7. Oi Gô, que saudade!!!
    Tô sumida amiga, mas à partir da semana que vem vou estar liberada!!! Graças a deus, pq minha RA esta paradissima neh e a meta é até o verão com menos 10 e eu ei de conseguir, hahahahahha!!!
    Juro que eu volto!!!Bjinhuxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir