Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Sophie

Eu só vou falar uma coisinha pequenininha e muito sutil.

Porque é que os vizinhos da menina que morreu depois de levar um monte de safanão pixaram na porta da casa da mulher-lá "assassina" e não ligaram anonimamente pro conselho tutelar?

Vai ser inginorante assim no meio do inferno!

Aqui estão alguns links onde você (é você aí que está lendo isso agora) não seja cúmplice de assassinado de garotinhas e garotinhos:
http://www.disquedenuncia.org.br/
http://brasilcontraapedofilia.wordpress.com/enderecos-dos-conselhos-tutelares-do-brasil/

A mulher-lá e a filha-lá ainda tinham um motivo pra ficar com a criança e pra não ligar pra ela, e os vizinhos? Qual o motivo deles?

<hr>

Agora, Senhorida Dona Musa! Que história é essa de falar que suas panturilhas são enormes e ainda assim você consegue botas!?!?!?!?!

Ou ela me chamou de "panturrilhuda" ou de "desmiolada que nem sabe bater loja direito

Deprimi =(

Bota de presente de aniversário?

Muito obrigada a todas que passaram para me desejar felicidades =D Muito obrigada mesmo, adorei!

Agora, vamos a história do meu presente de aniversário.

Com dinheirinho no bolso, recém feito aniversário, com inveja da bota que minha irmã usa quando chove, enquanto meu pé fica molhado, fui bater loja para achar a *minha* bota.

As especificações da minha bota eram simples: nada de bico fino, salto fino, ou salto baixíssimo, no zero. Queria uma bota quentinha, confortável e escura! Afinal, bota da xuxa não dá!

Queria mesmo era uma parecidas com uma da dakota que tinha visto no site, salta anabela fino atras, sem muito daqueles trecos pindurados, simples e limpa.

Comecei a busca e na primeira loja, das 5 duas serviram, as outras ficaram apertadas na panturilha.

Ok, eu pensei, já esperava que algumas não servissem na panturrilha.

Das que serviram uma era feia e outra era branca.

Fui pra outra loja, e mais outra, e mais outra, e mais outra, e mais outra! E mais NENHUMA serviu na panturrilha! Foram …

Feliz Aniversário pra mim

Imagem
Feliz aniversário para mim!

Hoje faço 28 anos. Tô quase virando a esquina já... Mas tá beleza! Viver é um dia de cada vez, um pé depois do outro.

O que importa é que hoje é meu dia especial =D

Estelinha: Obrigada =D

De volta para o mercado

Estou desde semana passada pensando que tenho que atualizar alguma coisa no meu poerento blogue.

A semana passada foi muito estressante! Muito mesmo! Junte cólica com depressão por estar trabalhando de graça e misture um pouco de vontade de sair gritando. Foi a minha semana.

Para vocês terem uma idéia do que estou falando, eu tinha recebido a minha linda bolsa de 2k em 05/04, e só! O pagamento referente a abril atrasou, a renovação de maio melou e só receberia maio em julho, junto com junho. Ou seja, eu só iria receber em 05/07!

É ou não para chorar!? Passar o próprio aniversário sem comprar uma coisinha se quer!? Sem nem poder ver vitrine!?

Para agravar, o super-chefão, também conhecido como chefíssimo. O super chefe da empresa no Brasil, vez uma reunião comigo, falando que o $ de abril ia zicar, e eu não ia receber antes de julho. Daí eu deprimi mais ainda!

Então, me entreguei aos doces, já que tudo meu estava cheio de doce porque eu estava olhando pra eles e dizendo que eles eram comuns…

Doce é antiespasmódico?

Me respondam de onde é que eu tirei que doce ajuda a combater cólicas!?

Substitui a gelatica-cortezia por um docinho-de-leite-cortesia, e ainda comprei um estikadinho (é difícil de achar, né!?) Só para garantir...

Também comprei um paracetamol 750mg, afinal, dor precisa ser combatida em várias frentes...

O que eu faço agora!? Não tá passando, e eu não tenho mais remédio! Esqueci minha morfina em casa...

Ah! Só para constar, descobri outra coisa que ajuda um pouquinhozinho na cólica: enrolar o cachecol na barriga.

Já sou uma gorda mesmo, pra que me preocupar com uns 8 centímetros a mais de "circunferência"

=(

tô dodói!

(e lembrei que amanhã seria dia de doação de sangue.... mas acho que não vai rolar, estou um pouco apegada ao meu sangue)

Balança: Positivo e Operante

Meu primeiro passo para voltar ao meu controle foi dado hoje, domingo: troquei a bateria da minha balança!

E já vi um 80 quilos. Mas considerando que estou de calça e blusa de moleton 3 números maiores que os que eu estou oficialmente usando (herança de outras épocas) e que hoje é domingo a noite, e é a semana da fatídica TPM, vou considerar isso apenas um aviso.

Quero dizer que andei lendo muito o blog da Vânia esses últimos dias (lendo, porque leio pelo READER, e no trampo pode. Comentar no trampo não pode porque não posso ficar visitando o domínio blogspot.com)

Pra quem não conhece, dê uma passada por lá para ver que beleza de argumentação em prol do emagrecimento saudável.

Eu acho que não posso tirar toda a minha responsabilidade de emagrecimento (ou manutenção) só porque minha vida anda uma droga. Tenho sim que ser capaz de pelo menos me alimentar direito e com cautela, mesmo que não me privando de nada.

Vou usar a tática da Vânia de não me proibir nada, porque eu também acho que tenh…

A não Miss do nariz pequeno

Imagem
Alguém aí não reconhece?


Essa semana, o que me impressionou, foi o caso da candidata a Miss sei lá o que (piaui? rio grande do sul? brasil?? Macapá? Argentina?) A tal da Bruna Jackson Sei Láeuoque.

O caso é que, a moça está processando o cirurgião que recauchutou seu narizinho.

O que mais me impressionou foi que, gente, a moça era LINDA. Se assim não fosse, não estaria tentando o lugar de miss, não!?

LINDA, perfeita! Claro que não era uma miss photoshop, mesmo porque, se fosse para eleger a "melhor imagem de mulher" seria melhor um concurso onde o ganhador seria um nerdinho fera em modelagem 3D. Aposto que tem muito homem por aí fazendo images de mulheres perfeitas muito melhores do que os cirurgiões plásticos!

Nerds, na época em que ser nerd não era glamuroso:


O que me impressionou é a que ponto as pessoas chegam pela opinião dos outros, ou pelo "senso comum". Vai me dizer que essa não-miss (que agora eu descobri que foi miss ano passado) fez isso porque achou que ia fi…

Se voce esta ouvindo isso, voce e da resistencia

Apareci para dar notícias! Devo dizer que aconteceram poucas novidades nessas duas últimas semanas.

Meu trabalho está indo, devagar se vai ao longe, já dizia o velho sábio chines. Qualquer velocidade que não seja terminar amanhã é pouca pra mim. Vou manter-me nessa clausura por mais algum tempo, preciso focalizar para não pirar.

Bom, isso pra dizer que venho de vez em quando só para tirar as poeiras, e para dizer que ainda não voltei.

Sobre a balança, ela ainda está sem bateria, e eu estou sem vontade de pesar. Eu tenho lido várias postagens de vocês, meninas, só não comento porque no trampo não rola o domínio blogspot e porque em casa estou de jejum de net (assim eu produzo mais).

Isso para dizer que, nas postagens da Vânia, eu tenho encontrado muita motivação para mudanças. Deixe-me explicar. Ela tem colocado que o ideal não é ficar de dieta pro resto da vida. O ideal é mudarmos nosso jeito de ser em relação a todas as comidas. Tem quem viva muito bem exterminando um tipo de alimento do…

Comecando junho

Hoje era o dia em que eu deveria vir aqui anunciar que emagreci dois quilos, no intensivão de maio. Mas maio acabou sendo o mês mais estressante, deprimente e desesperante do primeiro semestre (que ainda não acabou, portanto, junho ainda pode ser pior).

Mas, sinto dizer que me perdi lá pela segunda semana.

Acho que o pior estresse é que eu tinha me determinado a terminar o mestrado no meu aniversário, 25 de junho. E isso é literalmente impossível na atual conjuntura da minha vida.

É triste, muito triste, principalmente porque além de *eu* já estar de saco mais do que cheio o e estourado, todo mundo torce para que eu termine logo essa merda. Minha mãe já até disse que vai soltar rojão. E o lindinho, por menos que ele fale, também tem planos para depois do meu mestrado terminado. Isso sem contar que preciso voltar oficialmente pro inglês e preciso tocar minha vida.

A coisa que mais aprendi nesse mestrado filhadamãe foi como superar o desânimo e a frustração.  E como não sucumbir ao suicídio…