Vergonha

Aconteceu uma coisa na sexta feira que me deixou incrivelmente envergonhada. Envergonhada de mim mesma.

Não vou entrar em detalhes, quero deixar o acontecido no esquecimento, mas foi na hora do almoço, com meu prato. Não houve nenhuma outra pessoa envolvida, só eu e minha consciência fajuta.

Quando foi que a comida voltou a me controlar? Quando foi que eu sucumbi novamente a esse martírio de querer me empanturrar?

Fiquei muito envergonhada de mim. Não quero nunca mais me sentir assim.

Sei que é tudo "culpa" minha. Tá culpa não, responsabilidade! Responsabilidade minha, porque sou eu que tenho que estar no controle, ou sou eu que sou capaz de delegar controles a terceiros (quando foi que deleguei o controle à comida?)

Não estou gostando do meu comportamento alimentar. Não quero deixar de comer nada, mas também não quero ficar com a sensação de que poderia ter parado antes. Tenho que conseguir comer só o que eu quero, e só o quanto eu acho racionalmente adequado.

Eu não queria vir aqui, prometer, estipular regras e metas. Fico me sentindo tão vazia. Portanto, isso não é promessa, não é meta. É só um caminho. Um dentre tantos que posso vir a escolher.

Fiz um arquivo para acompanhar meu peso. 78,9 é inaceitável. Quero atingir 72. E quero que isso aconteça ainda esse ano. Para isso, preciso manter a média de meio quilo por semana. Não sei quanto é viável esse planejamento.

Fiz um arquivo para anotar os dias em que tenho crises compulsivas. Não quero mais ter crise. Se tenho vontade de comer um chocolate, e como um. Isso não é uma crise compulsiva. Mas, se quero comer um chocolate, e como tudo, ou como dois, ou sei lá, faço uma bobagem, isso é uma crise. Acho que o que está ligado a crise compulsiva é quando eu vejo que estou fazendo, sei que não quero, mas mesmo assim faço. E isso eu não quero mais.

Conforme minhas crises estejam me incomodando muito, vou anotá-las na agenda. Como um diário. Para poder publicar depois se eu quiser.

Vou ver também se consigo publicar minha tabela de peso e de compulsão. Mas isso é pra depois.

Não vou anotar nada. A técnica de anotar é ótima, é perfeita, é maravilhosa. Mas não é sustentável, todo mundo sabe disso. Haverá o dia em que não existirá papel e caneta por perto, nem tabela de calorias, mas você se verá obrigada a almoçar. Portanto, o que eu quero desenvolver é o hábito da alimentação saudável, tanto nutricionalmente quanto emocionalmente.

Sexta foi o auge do estresse, mas isso é só uma justificativa furada. Porque tenho TPM todo mês, e fico estressada sempre. Então, terei que lutar com as armas que eu tenho.

A novela acabou, meu tempo voltou, a rotina de estudos também. A TPM também já era, estou caminhando para o período fertil-feliz. É uma ótima época para colher alguns resultados para quando vier a fase descendente eu não pirar demais.

72 não é o paraíso na terra. Mas pelo menos minhas calćas não vão mais ficar apertadas, minha saia vai voltar a servir, e eu não vou me sentir tão mal. Ano que vem é ano que vem, e eu posso até pensar em ir além (ou aquém?) o 72.

A luta continua, companheira

Comentários

  1. essa caminhada é difícil mesmo...tbm tenho crises compulsivas e fico na pior dpois...mas não desanime!!!Levante a kbça e Boa sorte!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi linda.. Bom dia... Compulsão acontece.. Agora é bola pra frente, fazer a semana direitinho pra correr atrás do preju ehehehhe
    Uma ótima semana pra vc.. bjos

    ResponderExcluir
  3. E quem disse que viver é facil ? Mas a gente tem que começar a acordar mesmo, só de vc estar botando pra fora estas neuras, já acho uma valentia. Vc é corajosa sim mulher !
    E ânimo !! E tu tá mais magra que eu !!
    Beijocas e força na peruca !!

    ResponderExcluir
  4. Reconhecer que chegou no seu limite é o primeiro passo e este você já deu. Já que a luta é pra sempre não vamos amolecer agora né. Você vai conseguir sim parar a compulsão, é como você falou a comida não pode dominar suas vontades e os seus momentos. Eu passo por isso muitas e muitas vezes. Porque será que não temos compulsão por chicória ou por alface hem!!! rsrsr
    Beijos
    Licia

    ResponderExcluir
  5. Oi Gô!

    É como vc disse, a luta continua. Não desista. O melhor castigo vc já teve, a culpa. E só isso basta, não é mesmo?

    Obrigada por sua visita, adorei!

    ResponderExcluir
  6. miga, cair em tentação um dia eh normal, o que tu tens que fazer eh manter a consciencia tranquila pra seguir a RA depois... eu andei sumida e minha RA foi pro espaço, mas agora voltei com força total...
    bjinhux

    ResponderExcluir
  7. Oi, GÔ!
    E eu que passei dos 80 para 86,9? Não sei porque, mas 2009 foi, até agora, desestruturado em termos de peso.Tô frequentando academia desde março/2008 e em vez de tomar uma atitude positiva, eu fiz o contrário. O que será que tá acontecendo comigo?

    ResponderExcluir

Postar um comentário