segunda sem ansiedade

Eu não sei se minha condição de pessoa prestes a casar é suficiente para justificar minha ansiedade crônica.
 
Eu já era assim antes.
 
Se não com o casamento (porque antes eu não tinha essa preocupação) com o mestrado. E antes disso com a graduação. E antes disso com o vestibulinho. E antes disso com nada! Porque no colegial eu não me preocupava =D
 
Isso me faz pensar se não está na hora (realmente, fatidicamente) de parar e respirar. Já são mais de 10 anos nessa vida louca, agitada e corrida. E principalmente, postergando coisas:
 
Depois eu limpo
Depois eu arrumo
Depois eu guardo
Depois eu saio
Depois eu me preocupo.
 
E o depois não chega nunca.
 
Foi interessante eu ter recebido um email da Flori, com uma historinha a respeito de tudo aquilo que a gente deixa pra fazer amanhã, e não acaba fazendo nunca, justamente um dia depois de eu ter tido todos esses pensamentos.
 
Acho que foi por isso que decidi casar, sem nem ter terminado o mestrado. Acha que eu não recebi comentários do tipo "mais vai casar sem ter terminado o mestrado?"
 
Sim, vou! Porque cansei de esperar pra viver depois do mestrado.
 
Se eu tenho que fazer aquela joça, que seja então durante minha vida, e não tendo que escolher entre um dos dois.
 
Mas, emfim, vim hoje para contar duas coisas. A primeira é que eu não tive episódios de ansiedade hoje. Já vim preparada pra segunda. Não ia sucumbir ao estresse causado por mim mesma! E ia controlar minha alimentação, por dois motivos! (1) isso me emagrece, a longo prazo (2) isso me deixa feliz, porque meu descontrole me deixa triste.
 
A segunda é que quarta tenho reunião com a Orientadora. Ela me ligou sexta passada:
 
- Gordinha do Céu! Escrevendo o artigo eu reparei que temos um erro sério, grave, terrível e hororroso!
 
Tipo assim, deixe - me explicar. No final da construção de uma ponte, a muié me liga e diz que a ponte tem só 3 pilares. E com 3 pilares não vai dar certo, tá errado!
 
Não dá pra construir mais um pilar agora sem ter que fazer licitação, comprar material, contratar gente. E ainda assi, o serviço vai ficar porco.
 
E uma ponte com 3 pilares näo vai conseguir resistir! Até agora foi bem, porque mesmo precisando de 4, para a demanda de teste a coisa flui bem com 3.
 
Ou seja, ela me vem falar agora que estamos com um erro de modelo na bagaça! Quarta temos reunião para discutir isso.
 
E eu estou com MUITA vontade de decretar a morte oficial do projeto Mestrado. Porque acredito que cada recurso gasto com projeto morto é prejuízo.
 
E, se ela vier com nhenhenhe eu vou desistir e vou viver a minha vida! "E tudo o que você viveu até hoje com essa meda?" Bom, que sirva de lição pra eu nunca mais meter os pés pelas mãos =D
 
Ah! Mas o que importa é que amanhã tem jogo do Brasil, e eu vou assistir!

Comentários

  1. Gô,
    Eu tenho uma teoria: Todos os projetos de mestrado tem problemas de modelo KKKKK.
    Acaba isso, não mata não!
    Respire, continue vivendo (vc não acredita, mas o mestrado faz parte da vida da gente um dia vc entende e posta um comment no meu blog).
    Quanto ao controle da ansiedade acho que vc ta no caminho verto. Não precisa de psicólogo, vc está se achando no meio do Caos.
    Ai Gô força!
    PS: No meio do mestrado engravidei com o mesmo pensamento que vc... Porque a VIDA é AGORA kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Puxa, o convite ficou meigo, discreto e chic, tudo ao mesmo tempo. Agora minha curiosidade é sobre o vestido!! Vai rolar fotinha?
    Bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Queimadura de limão

Doce de goiaba caseiro

Lava-Louça Enxuta Automática