Blog action day: o problema da água

Talvez a gente aqui no Brasil não saiba realmente o que é o problema da água, já que temos água saindo pelo ladrão. Mas acredito que há países onde o problema é real e palpável.

Não quero dizer que esse problema não existe, Acredito que ele exista! E que daqui a alguns anos estará batendo em nossas portas! Há inclusive quem acredite que a próxima guerra mundial será pela água.

Mas, estou cansada de ficar ouvindo na mídia em geral que *EU* sou a responsável pela situação alarmante!

Veja, eu não lavo a calçada, economizo na hora de lavar o carro, fecho a torneira na hora de escovar os dentes. Resumindo, eu nunca fui de ficar jogando milhões de litros poluídos pelo ralo! E acho que muita gente aqui também não! Pelo menos faz a "sua parte".

Mas, mesmo assim, estou cansada de ser *EU* a culpada pela decadência mundial do meio ambiente! E as mega-enormes empresas? Elas não são muito mais responsáveis por isso? E o que *EU* posso fazer contra elas? Eu nem sei como contratar um advogado, não tenho parentes na máfia. Eu me encontro afastada pelo INSS! (muito tristemente, por sinal).

Acho fácil falar: a população é culpada!

Claro que TAMBÉM é culpada! Vejam as inúmeras moradias irregulares que são varridas nos temporais. Vejam o monte de lixo que se acumulam nos córregos e riachinhos. Depois a criançada pela barriga d´agua e o povo não sabe porquê! (talvez porque não tenha educação)

Também tem culpa quando vão na TV e falam: O prefeito não faz rede de esgoto! Mas o caninho do esgoto acaba na sarjeta embarreada! Gente, sempre tem um amigo do cunhado do vizinho que cava um poço! É só fazer uma fossa!

Talvez, a minha culpa seja só até onde meu umbigo alcança, por exemplo, meu banho, minha máquina de lavar roupa, minha gordura da fritura. E a culpa do outro vá até onde o umbigo do outro alcança.

Hoje, participo do Blog Action Day:


Comentários

  1. Concordo. O caso é que se cada umbigo fizer a sua parte, uma boa parte do prejuízo a gente consegue amenizar. Houve um tempo em que eu deixava o chuveiro jorrando água, enquanto ia ao banheiro, enquanto raspava a perna e as axilas (e a virilha, antes de começar a depilar com cera), ia lá fora falar com alguém, voltava etc. Total falta de consciência. Afinal, não faltava água mesmo. Hoje sou mega cuidadosa. Não deixo torneira pingando, qualquer coisinha chamo logo o homem p/consertar, trocar carrapeta etc. Brigo com o filho se ele esquece, dou bronca no marido se não cuida. Mas o que vejo de desperdício e não só nas redondezas, mas como você disse, o que rola nas grandes empresas...
    Enfim, faço a parte que me cabe, ao menos.
    Beijossssssss

    ResponderExcluir

Postar um comentário