Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Poços de Caldas

Imagem
Aproveitamos as férias desse ano (novembro) para irmos para Poços de Caldas. Ficamos lá dois dias (três dias, duas noites de hotel).
Ano passado (2012) fomos entre o natal e o ano-novo. Dessa vez (2013) fomos no comecinho Além delém de muitalémuitalém de muitaleme Dezembro.
Para mim, Poços é uma cidade maravilhosa. Aquelas duas praças centrais são incríveis! Enormes, super arborizadas, lindas. As fontes de águas sulfuréticas eu não manjo nada! Mas elas estão lá (eu tenho nojinho, então só bebo água comprada do mercado, que eu não vejo engarrafarem, então não tenho nojinho, o que os olhos não vêem, o coração não sente)
Os prédios antigos são lindos! Destaque para o Palace Hotel, o Palace Cassino, e o Thermas.
Eu fico pensando, imagina só que tipo de mulher tomava banho no Thermas quando ele foi inaugurado? Só a fina nata da sociedade!
0 mercado municipal é legal, lá a gente encontra muita coisa legal como artesanato com madeira e palha, queijos, manteigas e cachaças.Tudo parece coisa …

Meu começo no feminismo

Eu estava, outro dia, pensando. Tentando me lembrar como é que foi que eu fui inventar de estudar feminismo. Então, num estalo eu me lembrei!

Lembra daquele caso da marisa?

Então, eu me lembro que eu fiquei sabendo da polêmica, como eu sempre sei. Pelo tuiter. E sempre é uma coisa do tipo "afê, não aguento mais ouvir falar da polemica da marisa". E eu NUNCA sei que tal de polêmica é essa que inventaram sem me pedir permissão O.O

Pois bem. Eu fui no google e taquei "polemica+marisa" e acabei caindo num blog da blogsfera light, de uma moça que me pareceu bem legal! Comecei a seguir tanto o blog quando o perfil dela no tuitão.

O tempo passou, mas aparentemente a polêmica da marisa voltou no perfil daquela moça. Acho que alguém criticando alguma coisa que ela tinha dito. Esse protocolo básico da crítica na internet. Então, no final da discussão, ela dizia "olha, não sou feminista mas blablablabla - argumento - "

Então eu pensei:

COMO ASSIM NÃO SOU FEMINISTA Q…

como ficar sem internet

Andei vendo muitas pastagens nos mais diversos blogs sobre pessoas que re- descobriram a vida offline.Eu, particularmente, fico um pouco triste, principalmente porque, se são pessoas que eu sigo é por algum motivo, ou seja, eu gosto delas!Fico triste porque essas pessoas não entendem o que é ficar online. Elas acham que há opção em ficar online ou offline. Não há!Minha geração, as pessoas que hoje têm blogs que eu leio, nasceu sem internet, e portanto,offline. Mas, as crianças hoje já nascem online. Para elas, ser online não é um problema. É só parte do que somos!Ou seja, o problema não é ficar online ou offline mas como ficar online interfere na vida dos 'velhos'.Velho aqui é aquele povo que não entendeu ainda como é o futuro, e ainda não se adaptou às mudanças necessárias hoje para que esse futuro venha de forma tranquila.Lembre-se que ainda hoje, muita gente prefere pegar fila para tirar dinheiro no caixa, porque não gosta do caixa eletrônico.Ou seja, ficar Online não deve …