Eletricidade Estática

Antes de continuar com a série sobre limpeza de casa. Quero fazer uma pausa para falar sobre eletricidade estática.

Lendo por aí (não me lembro exatamente onde) sobre mops e espanadores, achei uma pessoa que dizia não acreditar nessa história de eletrostática e eu não soube onde enfiar a minha cara de tanta vergolha alheia que eu senti.



Então deixa eu deixar aqui uma diquinha bem pequenininha. Eu me lembro de ter estudado eletricidade estática e corpos carregados eletricamente lá na quinta ou sexta série, ou seja, no ensino fundamental.

Lembra que tinha que esfregar lã no vidro? Ou da experiência do copo descartável? Você pode até rever um pedaço dessa matéria aqui.


Mas, se você não acredita mesmo:




Então, é muito fácil, simples, e trivial ter um pedaço de material sintético que armazena carga elétrica capaz de atrair cabelos e poeiras. O atrito desse material com: plástico, cerâmica, madeira, já seria capaz de carregá-lo elétricamente.

Tendo em vista que os materias de limpeza são feitos para serem esfregados em determinadas superfícies domésticas, eles podem sim ter a carga elétrica potencializada para esse fim. Mas até uma sacolinha de plástico de mercado é capaz de carregar carga elétrica.

Até você é capaz de carregar carga elétrica.

Gente, antes de pensar bobagem, dá uma conferidinha na wikipedia né?

A série sobre limpeza doméstica pode ser vista por completo aqui.

Comentários