O retorno na nutricionista: tristeza

Eu voltei na crossnutri. Voltei e paguei pra voltar.

Ela me recebe com um "e aí? já sentiu alguma diferença no corpo?"

Eu sinceramente não entendo, não entendi. Desde que ela colocou os olhos em mim ela quis me emagrecer! Quer dizer, entendo! Essa é a "profissão" dela, emagrecer pessoas! mas será que é isso que tinha que ser?

No retorno ela começou me perguntando como tinha ido, eu fui falando, e sim eu reclamei de mais! Reclamei de um monte de coisas, mas principalmente, eu não quero um plano alimentar detalhado (ou mais ou menos detalhado) em um papel!

Sabe, sinceramente minha vida não cabe em um papel, ou uma planílha, mas ela não entendeu isso.

Eu fiquei repetindo que eu não queria emagrecer! Que eu queria ser saudável. Mas eu fui ficando nervosa, tão nervosa, tão nervosa que fui me calando. Porque meu principal objetivo era não xingar ela, e sair de lá com a consciência tranquila sobre ser um encontro profissional.

Então eu fui me calando. Pra não xingar.

Teve uma hora que eu falei: "quero ser saudável" e ela respondeu: "esse peso é saudável?" Aí eu taquei o clássico: "você acha que ser gordo é doença. Nesse ponto não vamos concordar, né? Então melhor eu sair".

E eu saí.

Ela nem mesmo olhou os meus exames! Nem VIU minha taxa de glicose no sangue.

Eu achava que eu era forte. Que eu já estava preparada para encarar essas coisas, mas saí de lá acabada. Destruída. Fiquei triste por dias.

Ela disse que "não poderia me ajudar". E sabe, isso machucou.

Mas com os dias passando, eu fui entendendo. Eu não estava pronta pra falar com ela o que eu queria realmente. Muito do que eu quero eu fui elaborando verbalmente depois de sair de lá.

Assim, claro que eu fui lá já preparada para algumas coisas. Mas o jeito como ela conduziu a consulta me desequilibrou. Agora pensando, veja que ela também ficou nervosa. Ela ficava me interrompendo como numa discussão de crianças. Aí eu não conseguia desenvolver os argumentos. Aí ela acabou achando que eu queria ficar gorda.

Sabe, eu não quero emagrecer até ficar magra. Não mesmo! Eu sou gorda e quero continuar gorda (e se tem um lugar que eu posso dizer isso assim com todas as letras é aqui). Mas isso não quer dizer que eu não vá emagrecer alguma coisa!

Olha só: Desde que o meu marido começou a dieta dele, eu emagreci passivamente, sem mudar nada, 4 quilos. Ela não parecer ter assimilado esse dado.
Só com ela eu emagreci 2,7 quilos.

Fiquei triste de emagrecer? Sim. Não posso mentir. Mas não porque não quero diminuir meu peso, mas porque parecia que era ela me emagrecendo. Não eu fazendo o que eu queria.

O que eu quero? Isso fica pro próximo post porque esse já está longo. Mas queria compartilhar aqui principalmente a tristeza de ser enxotada da sala dela sem o menor profissionalismo dela, a tristeza por se decepcionar comigo mesma, já que eu achei que tudo isso seria inóculo e não foi, muito pelo contrário.

Falta de profissionalismo dela porque, se eu não estou saudável, como um profissional de saúde deixa uma pessoa doente sair do consultório dessa forma? Sem nem tentar convencer? Sem nem argumentar direito?

Mas meu marido já conversou muito comigo. Basicamente ela não está acostumada a trabalhar diferente do que sair emagrecendo geral. E isso é mais incompatibilidade técnica do que realmente qualquer coisa.

E quer saber? Foda-se ela. Eu já melhorei bastante da tristeza dos últimos dias. Já estou coseguindo deixar tudo isso de lado e estou conseguindo delimitar como eu quero continuar nessa jornada. 

Comentários

  1. Eu acho triste isso também. Por isso muitos acabam nem indo a nutricionistas. Muitas vezes pq só querem te emagrecer e te passam uma dieta padrão, que muitas vezes contempla alimentos que, pasme, você nem come. E ignoram nossos pedidos.

    Ela deveria te respeitar - porque ela não fez isso - e focar então nas suas taxas, que você quer melhorar. A parte estética diz respeito a você. Mas sim, ela faz parte do time que só sabe emagrecer as pessoas. Difícil nao saber fazer outra coisa né.

    Bjs e força gata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na primeira consulta, quando ela me recebeu com "bom dia, tá pronta pra começar" e eu tive que responder "começar o que" eu deveria ter saído correndo daquele consultório sem olhar pra trás!

      Como assim ela nem me pergunta o que eu quero? É obrigatório todo mundo querer emagrecer?

      Olha, demorei dias pra entender que a errada era ela e não eu. Além de tudo deixa a gente pra baixo de um tanto que eu até cheguei a desconfiar da minha inteligênca......

      Obrigada por suas palavras Denny <3

      Excluir
    2. Eu estou desiliduda de nutricionistas por isso menina. Quem sabe um dia me anime a voltar em alguma. Por hora faço uma alimentação mais decentezinha e controlo as taxas com endocrinologista, rs...

      Bjs gata!

      Excluir
  2. Eu também cansei dessas nutricionistas. Parece que sua saúde tá toda lascada só porque você é gorda - adoro vomitar pra todo mundo que minha glicose é excelente, não chega nem perto de estar "limítrofe", que nunca tive pressão alta, que minha taxa de colesterol ruim é baixa e de colesterol bom é boa...
    Pesquisando sobre alimentação consciente e intuitiva, me identifiquei demais e acabei encontrando uma nutricionista comportamental. Aí sim deu pra conversar, kkkkk.
    Desejo que um dia você encontre uma nutri tão joia como a minha. Pra você ter uma ideia, ela já foi dizendo logo de cara que não passava dieta, rsrs.
    Ah, ela tem um canal no youtube, dá uma olhada depois: https://www.youtube.com/channel/UCLAjSRCBB8Dm5GF2ilAKBDQ
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também ouvi dizer sobre essa alimentação intuitiva. Gostaria de ler mais, você tem indicação de livros? Eu não tenho muita esperança de achar uma nutri comportamental aqui na minha área, sabe.

      Excluir
  3. A literatura em português é escassa. É algo muito novo aqui, ainda. Eu estou lendo o livro do Márcio Atalla com a Desire Coelho (A Dieta Ideal), que fala sobre o assunto, ainda que não aprofunde. Mas é um livro leve e interessante. Eu ainda não li o da Sophie Deram (O Peso das Dietas), mas sei que ela também segue a mesma linha. O bam bam bam é da Evelyn Tribole, mas só tem em inglês. Se quiser, posso te indicar alguns canais no Youtube e sites muito bons.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse da Evelyn é o Intuitive Eating: A Revolutionary Program that Works? Porque eu não sei qual é O livro com titulo "intuitive eating" que eu teria que comprar por primeiro HAUHAUHAUAHUAH Quero indicação de sites (e videos) bons sim, se você tiver isso fácil aí ;)

      Excluir

Postar um comentário